+ + +
mateus e giovana + + + <33
netos da dona eli e do seu joão, vendedores
de côco lá do parque.
amigos queridos que a vida me trouxe.
dona eli acorda às 4h todo dia, despenca lá
do jardim miriam, toma 03 conduções,
carrega um carrinho gigante sozinha até o
seu ponto de venda – meu lugar favorito, de frente pro lago.
seu joão vem de bicicleta, uma magrela vermelha e azeitada, roots.
leva uma hora e meia no trajeto, cruzando toda a cidade.
juntos, eles se revezam e atendem a clientela suada,
crianças e adolescentes, escolas, fotógrafos de polaroids
e o seu roberto – morador de rua e filósofo.
hoje, não há um dia que eu não sente com eles pra
ter um dedo de prosa, gastar conversa fora e aprender,
aprender muito.
ouví-los contar os causos da vida, revisitar memórias,
dar risada, fazer piada e beber aquele côco docinho
que só eles vendem.
êta coisa boa.
gente preciosa.
perdi a conta de quantas vezes eles me aconselharam,
me abraçaram, consolaram e alegraram.
mas feliz mesmo eu fiquei quando, na última sexta,
recebi a ligação da dona eli dizendo que levaria os
netos ao parque no domingo só para que eu pudesse
matar a saudade que tinha, há muito, deles.
crianças lindas, cheias de amor, generosas.
alegria que vem lá do coraçãozim mais puro que se
preserva diante de uma vida que já se apresenta tão difícil.
enfim…
receber esses beijos e abraços é poder olhar para a vida
de maneira transversal, entendendo que tudo se conecta
através do coração.
o mundo tá de ponta cabeça.
tá zoado.
mas a dona eli e o seu joão sabem que uma visita
como essa resignifica a miséria dos tempos atrozes
na grandeza infinita do amor através dos encontros dos…
coração_zim.
obrigada, família.
<3

RESPEITA’ • lançamento 13/05 + + CCSP
ingressos >> aqui
+ +
levei 20 anos para escrever essa música.
levei 20 anos para entender que a força
que emanamos do coração, com toda a
nossa verdade, se transforma em luz e beleza.
que a dor se transmuta em amor.
e que eu não estou sozinha.
uma canção que aborda diretamente
a violência, o abuso, a humilhação
e a agressão contra a mulher.
eu, ana paula, sou vítima de assédio sexual.
e falar sobre essa dor sempre me rasgou a alma.
mas decidi, por mim e por TODAS,
que esse silêncio deve ser quebrado.
ele tem que acabar.
que a não-denúncia favorece
imensamente os agressores.
e tâmo aí. tâmo chegando.
na luta. no amor.
na consciência.
+ +
produzida em parceria com os
manos geniais do instituto // rica amabis e tejo damsceno
‘RESPEITA’ ganhou clipe dirigido pelos fuderosos
isadora brant e joão wainer.
o clipe conta com a participação de 86 mulheres!
todas líderes de movimentos sociais, culturais, feministas.
mulheres da resistência.
linha de frente.
da luta, da luz e da força.
presidenta da cooperativa de catadores de recicláveis,
MSTC, FLM, ocupação mauá, hotel cambridge,
GRIST, desabafo social, jornalistas livres, cineastas,
cantoras, escritoras, grafiteiras, poetisas, roteiristas,
produtoras, bailarinas, cacique indígena, advogadas,
atrizes e muitas, muitas outras.
apavôro da sororidade.
TODAS carregam essa dor.
e todas a compartilharam conosco.
JUNTAS, SOMOS.
eu não consigo realizar em palavras
a emoção desse momento.
MUITO, MUITO OBRIGADA + + <3
à vocês, manas, o meu amor, o meu
respeito e a minha gratidão eternas.
levante real da união, juntas.
momento de dar o recado.
papo reto e MUITO sério.
e minha gratidão comovida à uma equipe
mágica que se juntou para tornar tudo isso possível
- marcelinha, drica, jana, rodrigão, uerlem,
marina, césar, cínthia e o apoio firmeza da nossa
querida damasco filmes e marcelinho,
por entender a importância desse movimento
e nos receber com tamanha generosidade.
esse é um daqueles momentos em
que a alma explode, realizada.
+ +
SHOW de lançamento oficial >> dia 13/05
show manifesto no CCSP com participações
especiais e TODAS as manas que gravaram o
clipe conosco!
TÂMO CHEGANDO + + + RESPEITA
+ +
arte_capa >> magrela
+ +

ainda sem palavras para descrever a emoção do show de ontem ! ! !
um encontro na transversal da vida + + +
mulheres que se uniram para cantar, gritar e mudar a
realidade doída dos assédios, abusos, agressão e opressão.
minha gratidão eterna à todas as manas que chegaram e
somaram nessa noite muuuuuito especial. <33
coisa da alma essa aventura humana e avassaladora que
é trocar, somar e se unir.
aprender.
obrigada à todas as manas do clipe por estarem em
peso ontem – CCSP lotado! – e às convidadas
que chegaram junto para emocionar com suas palavras,
poesias, magias, bruxarias, lindêzas >>
MUITO OBRIGADA! + +
foi foda de lindo!
>> a festa foi à altura da felicidade de realizar algo
que me transformou no osso, na carne, na pele,
na alma, na vida, no sonho, que foi realizar
essa música e esse clipe.
a luta é diária.
mas o amor também.
+ + +
RESPEITA, respeita,
respeita azmina
PORRA ! ! !
+ +

+ + Fotos_ Natália Britos